Pode ser que você só se lembre de Recife e Olinda no Carnaval, mas esqueça aquelas imagens de ruas superlotadas de gente correndo atrás de orquestras de frevo, subindo e descendo ladeira.

Tire da sua mente também os bonecos gigantes, Galo da Madrugada, maracatu e todas as coisas correlatas. As cidades pernambucanas se orgulham de promover uma das maiores folias de momo do mundo, mas são muito mais que isso.
 
Os municípios são vizinhos e têm várias particularidades em comum. Até quem mora lá tem dificuldade de saber onde termina um e começa o outro. Dentre essas características, está a vida noturna, que acontece durante todo o ano e não apenas no período carnavalesco. Neste pequeno guia, o Freak Market mostra quais são os picos alternativos que mais estão dando o que falar dentre os notívagos recifenses e olindenses.
 
A CASA DO CACHORRO PRETO
No mesmo lugar funciona uma galeria de arte e um espaço para shows, festas e tudo que for ligado as artes é absorvido no ambiente. Localizado nas ladeiras do Sítio Histórico de Olinda, o Cachorro Preto é um ótimo lugar pra conhecer de perto trabalhos de novos artistas de diferentes segmentos que surgem a todo instante na cena pernambucana. O final da tarde aos domingos é melhor momento para aproveitar o espaço.
R. Treze de Maio, 99 - Carmo
 
XINXIM DA BAIANA
Se você gosta de calor humano e cair na pista ao som reggae, dub e forró a casa localizada entre a beira mar de Olinda e a Praça do Carmo é o local ideal. O espaço de luz baixa e muito calor fica pra quem está a fim de dançar. Quem curte uma boa gastronomia pode se esbaldar nos tradicionais quitutes baianos, como bobó e moqueca de camarão.
Rua Doutor Manoel de Barros Lima, 742 - Bairro Novo
 
TROPICASA
Um beco sonoro onde ecoa os mais variados grooves, quase sempre emitidos por discos de vinil. A casa localizada em Olinda é comandada pelo DJ 440, uma sumidade local quando o assunto é música brasileira. No seu pico ele convida amigos para dividir as pick ups em festas como a Vinil em Brasa e A Noite dos Djs Maliciosos.
R. do Sol, 82 - Carmo
 
TERÇA DO VINIL
Além de abrigar o Texas, o Pátio de Santa Cruz se transforma em pista de dança nas noites de terça-feira quando receber a renomada festa comandada pelo DJ 440, onde só toca música brasileira nas bolachas pretas. A festa é promovida pelo Bar Lisbela e Prisioneiros, mas mexe com todos os pontos comerciais localizados no entorno da igreja do século XVIII.
Largo da Santa Cruz, 438 - Boa Vista
 
TEXAS CAFÉBAR
O edifício é mítico e já foi até personagem de filme. Localizado no Pátio de Santa Cruz, no Centro do Recife, é um dos lugares preferidos da galera que curte experimentalismo e novidades da cena alternativa. O pequeno espaço do bar no térreo faz com que o público se misture com a rua dando um ar maior de liberdade pra quem frequenta o local. As portas estão sempre abertas.
R. Rosário da Boa Vista, 163 - Boa Vista
 
MUNDO NOVO
Os graves do dub pode ser sentido assim que o visitante atravessa as portas do local que é uma verdadeira celebração ao ritmo jamaicano. Capitaneado pelo produtor Buguinha Dub e coletivo Reggae Pelo Reggae, o espaço, que também fica nos arredores do Pátio de Santa Cruz, é a pedida para afters de outras festas que rolam na cidade.
R. Velha, 307 - Boa Vista
 
BAR CENTRAL
Localizado no Centro do Recife, o Central é considerado por muitos um dos mais tradicionais redutos boêmios do Recife. Por ter sido um dos primeiros a fincar bandeira na Rua Mamede Simões e atrair um público formado por intelectuaais, cineastas, músicos e jornalistas, outros bares passaram a ocupar a mesma região, ganhando apelidos de Frontal, Lateral, Diagonal…
R. Mamede Simões, 144
 
CASA ASTRAL
Localizada no bucólico e histórico bairro do Poço da Panela, o local está se tornando referência nas festas de culltura popular da turma jovem de Recife. A casa costuma organizar festas de forró e apresentações de cavalo-marinho, tradicional folguedo da região. O ambiente muito frequentado pela galera que curte a cultura vegan e natural.
R. Joaquim Xavier de Andrade, 104 - Poço da Panela
 

Fotos: Divulgação.