O ano em que o underground ganhou os holofotes

O ano de 2017 pode ser considerado um verdadeiro marco do mundo underground! Pela primeira vez, a comunidade da contra-cultura, que vive pela sede da exclusividade na vida própria e nos objetos que usa, se viu representada com a consolidação do marketplace do seu universo: o Freak Market.

O marketplace das peças originais, desde quando ainda estava apenas engatinhando em janeiro, até o final deste ano, apresentou um olhar diferenciado para a cultural dos inconfundíveis, aqueles que não querem ser só mais um no meio da multidão. O Freak Market foi, e continua sendo, a opção de quem tem consciência de que existir já é passar uma mensagem ao mundo, e que as roupas e acessórios utilizados devem refletir essa forma de pensar, tão particular e original.

Ao longo deste ano, o marketplace do universo underground teve o prazer de apresentar 40 Freak Beats com sets EXCLUSIVOS de DJs e playlists preparadas só pra nossa comunidade. Somando nossa revista eletrônica, inicialmente chamada de blog, e o marketplace, tivemos mais de 190 mil pessoas entrando no nosso site em quase 250 mil acessos ao longo deste ano. Todas para acompanhar os temas envolventes da nossa revista e as novidades do nosso shopping virtual, que alcançou a marca de 130 lojas com mais de 1400 produtos disponíveis.

Durante o ano de 2017, algumas ações ficaram na nossa memória como como pontos-chaves em termos de aprendizado e difusão da cultura que queremos propor:

20 anos da Casa de Criadores

Steet Style SPFW 43

Ateliê 358

Casa de Criadores - segundo semestre

Freak Lab

Toda a equipe do universo underground deseja um 2018 ainda mais freak e com mais atitude e originalidade!

É! TUDO! NOSSO!

Escrito por:

Rubens Nogueira

Jornalista por profissão e músico por teimosia, ama tudo quanto é tipo de arte e se amarra em produção de conteúdo de diversos tipos, tamanhos, formatos e canais. Não consegue viver sem jogar futebol e tocar violão de vez em quando.
Popular em Fotografia