Pague em até 10x sem juros no cartão durante a Black Friday!
Heleno Manoel

Heleno Manoel

 

A visão do todo, de experiências que se complementam e que se unem para formar o conhecimento, é uma convicção presente na carreira do stylist e diretor criativo Heleno Manoel. Publicitário de formação, optou por essa graduação justamente para exercer a flexibilidade visual em sua cabeça repleta de ideias.

Moda, para ele, não é somente pensar na peça em si; vai muito além de um simples vestido ou uma jaqueta. Num esforço muito além para ser um stylist completo, seu trabalho joga luz não apenas na composição do look, mas em todas as camadas que compõem o momento. Pensar a iluminação, o cenário, o cabelo, a direção de fotografia, o ângulo e a postura são obrigações quando Heleno está diante de uma produção. Um trabalho amplo que estuda cada detalhe com precisão e cuidado, num espectro visual amplo em suas possibilidades.

Vindo do Rio de Janeiro, Heleno desembarcou em São Paulo no ano de 2000; no ano seguinte, começou como produtor de moda da revista “Vogue”. Em 2002, se tornou assistente do seu mentor e um dos profissionais mais respeitados da moda, Paulo Martinez, com quem atuou até 2010. Foi com ele que adquiriu sabedoria necessária para ingressar na carreira solo.

De lá para cá, a reinvenção de Heleno Manoel como profissional traz o puro exercício da capacidade criadora para trazer as melhores escolhas para os seus trabalhos, cujos resultados apareceram em revistas do mainstream – como “Marie Claire”, “Elle”, “Cosmopolitan” e  “Estilo” – até as mais conceituais (“FFWMag”, “Made in Brazil” e “U-Mag”).

Para a curadoria no Freak Market, Heleno pretende dar o toque de marcas que trabalham com a essência do espírito jovem, tenha ele 15 ou 55 anos. A ideia é incorporar o visual streetwear, num mix de acessórios ousados, alfaiataria minimalista, marcas femininas e unissex produzidos por estilistas, designers e pessoas que pensam na inovação da moda.

O foco é direcionado ao público de bom gosto e antenado, que procura itens fora do “boring” e do lugar comum. “A atividade do curador vai nesse fluxo: marcas novas, achados, peças ousadas e criativas. Itens exuberantes, com algo diferenciado – seja em design, seja em acabamento – para ser uma peça escolhida e curada”, reflete ele.

Do underwear masculino perfeito para andar de skate àquele sapato tão incrível que a vontade é de colocá-lo na estante da sala para exibição, vai ser possível encontrar uma seleção impecável de artigos variados sob o olhar de Heleno.

O futuro desta aliança entre o curador e o Freak Market reserva algumas surpresas: a ideia é criar algumas linhas especiais e exclusivas em parceria com algumas marcas escolhidas, com escolha de matérias-primas e design com o olhar de Heleno. Tudo numa espiral inventiva de um profissional que não limita a moda a apenas uma escola ou uma visão, mas a desenvolve dentro das vastas possibilidades que ela consegue proporcionar.

 
 

Lojas Curadas

 

Freak Revista