Histórias Quentinhas sobre sair do armário

Histórias em quadrinhos LGBT para aquecer o coração.

Organizada e editada pela autora Ellie Irineu, o Histórias Quentinhas Sobre Sair do Armário é uma coletânea de histórias em quadrinhos de autoras LGBT sobre o
momento complicado de se assumir para outras pessoas. A campanha foi ao ar no Catarse (site de financiamento coletivo) de 25/03 a 09/05 (45 dias) e ultrapassou a meta planejada, com um total de 296 apoiadores. Todo o valor arrecadado está sendo utilizado na impressão, acabamento e envios.

O livro terá versão digital e impressa e as recompensas incluíram prints e originais das artistas. Pretende ser lançada no evento POC CON a ser realizada em São Paulo no dia 22 de junho, a primeira convenção de quadrinhos voltada apenas para autores LGBT que recebeu mais de 300 inscrições para as mesas de artistas, e do total foram selecionados 50, que participarão da feira de publicações.

O livro contará com 96 páginas em preto e branco, com quatro histórias no total. A responsável pela capa é Dika Araújo, Maranhense residindo em São Paulo. Trabalha no Birdo Studio e desenvolve projetos próprios de ilustração e quadrinhos. São quatro autoras, contando com a organizadora, também quadrinista, que desenvolveram histórias exclusivas para a coletânea. São elas:

Aline Lemos

historiasquentinhas quadrinhos quadrinistas aline lemos
Ilustração de Aline Lemos

Aline Lemos é quadrinista natural de Belo Horizonte, trabalha com quadrinhos desde 2014, participa de diversos coletivos como o Corpas em Risco e o Lady's Comics, tendo colaborado em publicações como a Melaço, Zica, A Criatura, e desenvolvido conteúdo para a Illustríssima (Folha de São Paulo). Seu trabalho costuma abordar contextos históricos de invisibilização da mulher, dada sua formação ela explora nos quadrinhos formas de destacar o trabalho de outras mulheres.

Quando uma cantora famosa faz uma declaração polêmica, todos parecem ter algo a dizer. Mas essa jovem violonista já cansou de ouvir em silêncio.

E daí? - Aline Lemos

Animma de Mattos

Ilustração de Animma de Mattos

Animma de Mattos é ilustradora e quadrinista, publica quadrinhos de forma independente desde 2014.
Já participou de publicações como a Mês, e a Zica. Possui seis quadrinhos publicados de forma independente, além de publicar na internet, atualmente trabalha em um mais longo, que será lançado também por Catarse. Suas histórias possuem um tom autobiográfico que permeia também a ficção. Em cada história procura explorar técnicas novas de desenho e narrativa.

O que a sua aparência diz sobre você? Após um novo corte de cabelo, uma jovem reflete sobre sua visibilidade e como isso afeta suas interações com o mundo.

Lua Crescente - Animma de Mattos

Ellie Irineu

Ilustração de Ellie Irineu

Ellie Irineu é organizadora e autora da publicação. Com colaborações para a Sapata Press, e publicações próprias já participou de diversos eventos como o Lady's Comics e o Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ) abordando lugar de fala, representatividade e produção LGBT nos quadrinhos. Atualmente publica na internet e desenvolve uma publicação própria com traço mais amadurecido.

Se aceitar não é fácil. Mas quando uma descoberta a faz questionar tudo que ela achava saber, isso talvez seja exatamente o empurrãozinho que ela precisava.

Melhores Amigas - Ellie Irineu

Renata Nolasco

Ilustração de Renata Nolasco

Renata Nolasco é formada em Comunicação Visual, produz histórias em quadrinhos desde 2014.
Autora do Só Ana, projeto fruto de financiamento coletivo e Silêncio = Morte. Participou da revista Farpa, como autora e diagramadora. Publica na internet e desenvolve trabalhos de ilustração e quadrinhos, sua narrativa possui um pouco de autobiográfico e explora temas como gênero, corpo e construção.

Túlio e Beto são Brothers. Moram, estudam e jogam juntos, mas ao descobrir que
Beto beija rapazes, Túlio não consegue mais pensar em nada além disso.


Meia da Sorte - Renata Nolasco

A proposta partiu da Ellie Irineu para que as autoras desenvolvessem histórias
buscando criar um final feliz, com base na vivência de cada uma, diferentemente do que costuma ser retratado em histórias LGBT, ou na mídia (notícias), inteiramente desenvolvidas por autoras do meio, ou seja, histórias quentinhas, que tragam algum conforto para o leitor.

E daí - Aline Lemos

No ano passado houveram diversas publicações nacionais importantes que valem
a leitura, dentre elas a Melaço (romance entre meninas & good vibes), Cara-Unicórnio (Adri A.) , Transistorisada (Luiza Lemos), Bendita Cura (Mário César), dentre outros. O volume de produções de quadrinhos LGBT, tanto na temática quanto autores de destaque, tem crescido bastante, uma prova disso foi o número de inscrições na POC CON citado anteriormente. No ano passado a artist's alley da CCXP contou com mais de quarenta artistas, com trabalhos autorais e, principalmente independentes. A Bienal de Curitiba e o FIQ também tiveram destaques na curadoria.

Meia da Sorte - Renata Nolasco

Vale lembrar que a publicação não é direcionada apenas ao público LGBT. As autoras se dedicam a construir personagens com foco na representatividade e com histórias gostosas de ler. Você pode acompanhar o trabalho das artistas nas redes sociais, onde elas mantêm seus projetos pessoais e no evento de lançamento onde a própria organizadora estará presente.

Escrito por:

Annima Mattos

Escreve e desenha quadrinhos. Formada em artes plásticas pela UnB, já trabalhou com arte-educação e atualmente com ilustração e design. Pesquisa gênero e representação nos quadrinhos e publica de forma independente.
Popular em Autores