Yannick Hara, o Blade Runner brasileiro avisou, e hoje a distopia é real

Disco do rapper afropunk carregado de referências da cultura cyberpunk, cuja narrativa é a alta tecnologia e a baixa qualidade de vida.

Yannick Hara lançou em novembro de 2019 seu segundo disco intitulado O Caçador de Androides, inspirado nos filmes Blade Runner e Blade Runner 2049, baseado no livro do escritor Philip K. Dick, “Androides Sonham Com Ovelhas Elétricas?”. A obra foi produzida pelos beatmakers Blakbone, Paulo Junior e Everton Beatmaker e tem as participações especiais de Rafael Carnevalli, Clemente dos Inocentes, Rodrigo Lima do Dead Fish, Rike do NDK, KEOPS E RAONY, Moah da Lumiére, da cantora Sara Não Tem Nome e do rapper paraense Cronixta.

Em maio o disco completa 6 meses de existência e vem trazendo uma nova ótica dentro do cenário do rap nacional. Não é a primeira vez que o artista quebra paradigmas na cena, em 2016 Yannick entrou no rap com o EP Também Conhecido Como Afro Samurai. Numa nova estética o artista através da cultura cyberpunk questiona de forma esquizofrênica o mundo hoje.

Capa do vídeo

No vídeo acima “Blade Runner”, é a São Paulo distópica onde a vida e a conexões estão dispersas no vai e vem das pessoas, sem empatia com o próximo e ligadas apenas na tecnologia.

“A Ideal Mão de Obra Escrava” é um tapa na cara da política nacional e mundial onde a operacionalização do trabalho atende apenas as necessidades dos mais ricos, na época onde a reforma trabalhista estava em pauta, Yannick ataca diretamente esse processo.

Capa do vídeo

Ao lado do ícone do punk brasileiro Clemente da banda Inocentes, “O Prólogo e o Título” Yannick ataca novamente a tecnologia, que em sua amplitude, prejudicou a qualidade de vida das pessoas.

Capa do vídeo

Em janeiro deste ano o rapper realizou o lançamento deste disco no Teatro do Sesc Belenzinho onde numa apresentação teatral, recheada de projeções dos filmes, com direito a dançarinos, dividiu em atos as doze faixas do disco e arrancou de pé os aplausos da centena de pessoas que estiveram no local.

Ouça este trabalho diferenciado que resgata a essência questionadora e de ataque ao sistema do rap nacional. Yannick Hara é o Caçador de Androides também se encontra disponível em todas as plataformas digitais.

Capa do vídeo

A distopia é real !

Yannick Hara

Siga o artista nas redes sociais Facebook / Instagram / Spotify / YouTube

nataliarruda

Escrito por:

Natali Arruda

Sou mãe solo do Teodoro. Aquariana com ascendente em virgem apaixonada por fotografia e assuntos transcendentais sobre a humanidade. Gosto de ler e consumir obras perturbadoras e incomodativas. Costumo fazer rápidas viagens entre o céu e o inferno !
Popular em Hip Hop