5 filmes que todo roqueiro deve ter na lista

1 - Rock Star (2001)

Inspirado no cenário musical dos anos 80, Rock Star narra a trajetória de Chris “Izzy” Coles (Mark Wahlberg), um técnico de fotocopiadora que alcança o sonho de se tornar vocalista de sua banda favorita de heavy metal, a Steel Dragon. Os nomes do grupo musical e personagens são todos fictícios, mas, para quem não sabe, o enredo é inspirado na história da banda Judas Priest, que teve seu primeiro vocalista (Rob Halford) trocado por um fã talentoso (Tim Owens) após um desentendimento entre os músicos da primeira formação. 

O ator Mark Wahlberg levou cinco meses se preparando para o papel, fazendo aulas de canto para interpretar as músicas exclusivas do filme, que foram compostas em conjunto por grandes nomes do rock, como Ronnie James Dio (ex-vocalista do Black Sabbath), Ritchie Blackmore (guitarrista do Deep Purple) e Desmond Child (compositor do Alice Cooper, Aerosmith e Bon Jovi). Além disso, o longa conta com a atuação de alguns músicos como Zakk Wylde (Black Sabbath) no papel do guitarrista Ghode, Jason Bonham (filho do lendário John Bonham do Led Zeppelin) como o baterista A.C., e Myles Kennedy (vocalista da Alter Bridge e da banda do Slash) em participação especial.

2 - Quase famosos (2000)

Quase famosos é um filme que se passa na década de 70 e acompanha a história de William Miller (Patrick Fugit), um adolescente de 15 anos que consegue o trabalho de jornalista na revista Rolling Stone. Como primeira pauta, o jovem precisa seguir em turnê com a Stillwater, banda de blues rock fictícia, adentrando em um mundo de muitas tretas, sexo e drogas.

Já saciando a curiosidade geral, o roteiro do longa faz referência à própria juventude de seu diretor, Cameron Crowe, que acompanhou a banda Led Zeppelin em tour, fazendo uma cobertura para a Rolling Stone. Aliás, o nome da banda presente no filme, Stillwater, é uma homenagem a um grupo musical homônimo de southern rock, que foi o tema da primeira matéria de Crowe como jornalista musical, e a personagem Penny Lane é inspirada em Bebe Buell, uma groupie por quem ele viveu sua primeira paixão. 

3 - Sid & Nancy (1986)

Estrelado por Gary Oldman, o camaleão dos cinemas, Sid & Nancy é sobre o trágico romance entre o baixista do Sex Pistols e sua namorada excêntrica, cuja morte até hoje é considerada um mistério pelos fãs, mas que no filme é apontada como um crime, dado como consequência de uma geração corroída pelas drogas. O longa retrata bem o final dos anos 70 na Inglaterra e todo o panorama punk que dominava a época em que a banda surgiu, se posicionando contra valores burgueses e apostando na rebeldia e anarquia para quebrar ideologias sociais e econômicas.

O longa reconstitui de forma muito fiel as cenas de shows do Sex Pistols e a moda da subcultura punk, bastante ditada pela estilista Vivienne Westwood e seu marido Malcom McLaren, produtor da banda, que criou o Sex Pistols na intenção de divulgar a loja de roupas e acessórios estranhos da qual o casal era proprietário. Sid Vicious foi uma escolha questionável para baixista, uma vez que, na verdade, o que chamou atenção para ele foi sua aparência, pois o jovem não tinha conhecimento musical, mas serviu como forte imagem publicitária para o estilo punk.

4 - Velvet Goldmine (1998)

Repleto de glitter e figurinos extravagantes, Velvet Goldmine é uma obra que reproduz muito bem o estilo glam rock da década de 70. No filme, Brian Slade (Jonathan Rhys Meyers) é um cantor que, no topo do sucesso, sofre um atentado, sendo baleado no palco durante um show. Anos depois, um de seus fãs, que havia presenciado a cena da plateia, torna-se jornalista e decide investigar o caso, pois acredita ter sido apenas uma manobra do músico para fugir dos holofotes.

O título do longa é inspirado em uma canção de David Bowie, ícone master do glam rock, entretanto, nenhuma música do cantor está inserida na trilha sonora, pois o mesmo não autorizou o uso de suas faixas, afirmando que pretendia produzir futuramente um filme sobre o estilo musical que perpetuou. Ainda assim, o protagonista de Velvet Goldmine é claramente inspirado em Bowie, e, no decorrer do longa, percebemos também personagens referentes a Iggy Pop e outros líderes do rock da época. 

Experiente em musicais, o ator Ewan McGregor interpreta todas as melodias de seu personagem, já Johnathan Rhys Meyers, também canta algumas músicas como Brian Slade, mas tem a dublagem de Thom Yorke (vocalista do Radiohead) como apoio em outras composições.

5 - Across the Universe (2007)

Fugindo um pouco dos padrões dos longas anteriormente citados, Across the Universe é um filme de gênero musical, composto unicamente por canções dos Beatles. O roteiro se desenrola em torno do relacionamento entre um jovem inglês chamado Jude (Jim Sturgess) e Lucy (Evan Rachel Wood), uma universitária americana, ambos nomes retirados de músicas da banda tema, assim como o de outros personagens do enredo.

Como plano de fundo, tem todo o cenário dos anos 60, em que a revolta contra-cultura surgia, em meio à Guerra do Vietnã e o mundo alucinógeno da juventude adepta ao movimento hippie. A trilha sonora conta com um total de 33 músicas dos Beatles, entre as fases de rock folk e psicodélico da banda. As letras desenvolvem muito bem a trama dos personagens no decorrer do enredo, o que é compensador, já que a quantidade de canções deixa a duração do filme muito longa e é preciso reservar um bom tempinho livre para se dedicar a assistí-lo. 

Fotos: Warner Bros, Columbia Pictures, The Samuel Goldwyn Company, Miramax Films

Escrito por:

Luna Rocha

Designer de moda, interessada em styling e consultoria de estilo, além de louca por acessórios temáticos e excêntricos. Como redatora, cria conteúdos sobre arte, moda e cultura pop para plataformas digitais.
Popular em Rock